18.3.11


Quando somos pequenas vivemos na ilusão de que um dia também teremos um príncipe que nos irá resgatar na torre mais alta de um castelo. Vivemos na ilusão que chegará no seu cavalo branco e muito escovado. Que nos pegará na mão e dirá: “está tudo bem”. Mas depois acordamos, crescemos e reparamos que não é nada assim. Esperamos e esperamos e ninguém chega. Estamos sempre sós com a nossa dor e esperança que nunca acaba. Até ao dia que esse dito príncipe chega, mas não nos resgata nem nos conquista da forma delicada que esperamos. Diz-nos umas quantas palavras bonitas e nós caímos na ilusão que era aquilo que estávamos à espera uma vida inteira. Iludimo-nos naquele que pensamos ser o único e que para ela não passamos de mais uma. Mas não reparamos, continuamos a iludir-nos com a imagem perfeita de um rapaz ainda mais perfeito que não passa da imperfeição.
Deitamo-nos à noite na cama e imaginamos histórias de um futuro a dois. Imaginamos uma casa grande, filhos, netos. Imaginamo-nos a envelhecer ao lado dessa pessoa, enquanto ele, talvez deitado do outro lado da cama está a pensar quem será a próxima que era enganar da mesma forma… Chega o dia em que ele saí e já não volta. Ligas e ligas e ele nunca volta a ligar. E quando estás pronta para o deixar ir, vê-lo na rua a passear de mãos dadas com outra e a sorrir da mesma forma que te sorria a ti. Demoras dias, meses a chorar por ele enquanto já deve sorrido a muitas diferentes. Depois aparece outro suposto príncipe, que te volta a fazer exactamente o mesmo, a despedaçar-te o coração da forma mais reles possível. Até que acertas, até que encontras aquele que fará tudo por ti. Em que nem precisas de palavras, um sorriso sincero basta. Em que cada vez que o beijes, a respiração irá faltar-te e o coração vai querer saltar do peito. Em que cada vez que ele te diga que te ama o teu sorriso vai aparecer e vais ficar sem resposta. Em que ele te diga que quer ficar contigo para sempre e que tu acreditas e que sabes que quando te deitares à noite, podes imaginar todas as tuas histórias, pois um dia vais puder concretiza-las. Em que cada vez que chorares, ele irá chorar contigo. Em cada vez que errares ele estará lá para te perdoar e nunca te julgar. Em cada vez que caíres, ele estará lá para te apanhar. Todas nós sonhamos com esse príncipe, não é? Basta esperar, um dia ele vai chegar, e quando chegar, nunca mais te vais lembrar daquele reles que te magoou o coração, pois ele fez-te encontrar a pessoa certa, o teu príncipe.

2 comentários:

  1. tão lindo e verdadeiro. adorei!

    ResponderEliminar
  2. eu já tive um destes e olha, já não tenho ...

    ResponderEliminar

obrigadoooo !