4.12.10

melhor amiga

Queria fazer um daqueles textos todos bonitinhos, aqueles textos enormes que até custa ler, um daqueles em que nada fica por dizes, mas de facto não tenho jeitinho nenhum para tal. Parece que fica sempre a faltar algo, uma palavra, uma frase, sei lá. Mas hoje não sei porquê apetece-me escrever-te a ti, meu anjo. Apetece-me dizer-te tudo sem rodeios, confessar-te tudo aquilo que nunca confessei a ninguém, dizer-te tudo para que nada fique por dizer. Vamos tentar, não sei se serei capaz, mas tentarei. Acho que já me conheces e consegues perceber que não sou de mostrar os meus sentimentos, que não sou de muitos abraços e beijinhos, que não sou daquelas que estou sempre a dizer que te amo, mas isso não quer dizer que não ame. Simplesmente tenho uma maneira diferente de mostrar os meus sentimentos. Talvez porque tu também és diferente. Se há pessoa que consegue ver como sinto sem uma única palavra, essa pessoa és tu. Se há pessoa que me consegue meter a sorrir sem uma única palavra essa pessoa és tu. Já tive muitas melhores amigas, muitas, mas juro-te aqui que nenhuma foi como tu. Tu tens uma maturidade superior à tua idade, consegues entender as coisas de maneira diferente, és uma rapariga super inteligente e cheia de força. Por muitas vezes que te vás a baixo consegues sempre levantar-te e manter a cabeça erguida. Muita gente tem inveja de ti, tenho a certeza. Todos te amam, todos te respeitam, todos te admiram, e eu de facto tenho sorte de ser uma dessas pessoas. Não consigo ficar um dia sem te ver, sem falar contigo, sem receber uma mensagem tua, invade-me uma saudade que não consigo explicar. És sem duvida alguma única. E se me perguntasses qual é o meu maior medo, diria-te que é perder-te, porque já perdi muitas amizades, algumas delas por minha culpa, e não quero de todo que te afastes, que me esqueças. Porque sei que me amas, de verdade, sei que de todas as pessoas tu foste a que tenho mais orgulho em ter conhecido. Deposito em ti toda a minha confiança, todo o meu respeito e toda a minha alma. Talvez nos demos assim tão bem porque somos almas gémeas, e se uma sofre, a outra sofre de forma igual. Acredito que estávamos destinadas uma à outra, e agradeço aquele que ambas sabemos por nos ter metido no caminho uma da outra de novo, talvez sem ele hoje não estaria sentada nesta cadeira a escrever para ti. Agradeço-lhe por isso! Eu amo-te, eu adoro-te, eu venero-te, porque como tu, não há igual !

1 comentário:

  1. juro, quando ví o título no teu blog, entrou-me logo qualquer coisa. comecei a ler, palavra a palavra (na segunda frase já as lágrimas corriam .i.) vou-te contar uma coisa, sabes.. já muita gente pode ter feito textos e textos, dito palavras lindas, coisas extraódinárias. mas nada se iguala a palavras tuas. admito, que não gosto de lamechisses, não gosto que andemos sempre agarradas e coisas dessas. somos muito iguais, não nego. por vezes, basta eu nem sequer falar, já sabes o que se passa comigo. foste, és e serás de certa forma, alguém que me faz sempre abrir os olhos, que me conforta, que está sempre comigo, seja para o que for! admito, que já muita gente passou pela minha vida, muitos já me deixaram, muitos podem ainda permanecer. mas tu, TU meu amor és diferente, serás para sempre, eu acredito. como eu sempre digo "só será para sempre, se para sempre o quisermos". e eu acredito que connosco será assim, será um sempre. não existem palavras para te descreverem, és única, és a melhor. por vezes podes não demonstrar seres forte, mas tu enfrentas o que for preciso, não precisas de meios e artimanhas para conseguires ser directa! é nisso que gosto e admiro em ti, és sincera, o que pouca gente já o consegue ser. quero que permaneças comigo, pois tu és tudo aquilo que ninguém conseguirá ser. e sim, agradeço aquele por ter conseguido aproximar-me de ti, ter conseguido que esta amizade crescesse de uma forma que nem eu consigo explicar. Foto publicada às 16:48
    eu amo-te minha melhor amiga!

    ResponderEliminar

obrigadoooo !