23.9.10

' estou cansada de sonhar, de desejar, de te querer e não te ter, de nunca saber se pensas ou não em mim, se à noite adormeces com saudades no peito ou te deitas com outras mulheres. depois de todas as palavras e de todas as esperas, fiquei sem armas e sem forças. sobra-me apenas a certeza de que nada ficou por fazer ou dizer, que os sonhos nunca se perderam, apenas se gastaram com a erosão do tempo e do silêncio. '

2 comentários:

  1. Anónimo23.9.10

    Melhor blog,sem duvida.. ass:tu sabes xD

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23.9.10

    Musica do blog?

    ResponderEliminar

obrigadoooo !